Alimentação inclusiva e como atender às restrições do seu público

A alimentação inclusiva é um tema cada vez mais relevante e importante, principalmente diante da crescente demanda por opções de alimentos para pessoas com restrições alimentares

Segundo o Ibope, 14% da população brasileira se declara vegetariana. Outra pesquisa, do instituto DataFolha, apontou que cerca de 35% da população acima de 16 anos tem algum tipo de sensibilidade ao consumo de produtos lácteos e dados da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil estimam que a intolerância ao glúten afeta em torno de 2 milhões de brasileiros.

Somando estes números e ainda as outras formas de restrições alimentares, uma parcela significativa da população possui algum tipo de limitação com relação à alimentação. Desta forma, a oferta de alimentos adequados se torna essencial em todos os segmentos da alimentação.

Para garantir a inclusão alimentar, é preciso conhecer as características nutricionais de cada indivíduo, oferecendo alimentos que atendam as necessidades do público. Isso pode incluir a oferta de alimentos sem glúten, sem lactose, sem açúcar, veganos e vegetarianos, por exemplo. Segundo a Anvisa, é importante que os restaurantes de refeição coletiva estabeleçam protocolos e procedimentos para garantir a segurança alimentar dos alimentos oferecidos, bem como a identificação clara dos ingredientes utilizados em cada preparo para evitar a contaminação cruzada e garantir a segurança alimentar para todos os clientes, inclusive aqueles com algum tipo de restrição alimentar.

É um fato que lidar com isto pode ser um desafio, já que existem casos severos de alergias e intolerância em que a contaminação cruzada pode ser fatal. Mesmo assim, é necessário ter atenção e existem ações que podem ser adotadas cotidianamente para oferecer resultados melhores e mais inclusivos.

Além disso, a inclusão alimentar em restaurantes de refeição coletiva pode ser incentivada por meio de políticas públicas e incentivos governamentais. Em algumas cidades, por exemplo, já existem iniciativas de incentivo à alimentação mais consciente como, por exemplo, a oferta de pratos vegetarianos em escolas e hospitais. Essas iniciativas trazem mais destaque para o tema da inclusão alimentar e da diversidade gastronômica, além de contribuir para a redução do consumo de carne e outros alimentos de origem animal, trazendo impactos positivos na saúde e no meio ambiente.

É importante ressaltar que aplicar ações desta natureza em estabelecimentos de refeição coletiva não se trata apenas de atender às necessidades nutricionais de pessoas com restrições alimentares, mas sim de promover a inclusão social e o respeito à diversidade alimentar. Ao oferecer opções adequadas para todos os clientes, os restaurantes podem se tornar ambientes acolhedores e inclusivos, promovendo a saúde e o bem-estar de todos.

Além dos benefícios sociais de oferecer opções inclusivas no seu cardápio, adaptar-se a estas tendências também traz vantagens para sua empresa. Veja, por exemplo, o caso da alimentação vegana:

De acordo com um estudo da Allied Market Research, o mercado vegano foi avaliado em US$ 19,7 bilhões em 2020 e tem uma expectativa de crescimento para mais de US$ 36,3 bilhões até 2030. Isso demonstra um crescimento significativo para as empresas que oferecem produtos sem origem animal, que podem aproveitar as oportunidades de mercado e atender à demanda crescente por opções veganas e vegetarianas.

Como garantir a alimentação inclusiva?

Para responder a esta pergunta, selecionamos algumas dicas que podem ajudar o seu negócio a garantir uma alimentação inclusiva, obter uma melhor satisfação do seu público e colher os frutos desta relação:

Pense em um cardápio adaptado:

A primeira dica para garantir a inclusão alimentar em restaurantes é oferecer um cardápio diversificado, que inclui opções adequadas para pessoas vegetarianas, veganas, sensíveis ao glúten, lactose ou com outras restrições alimentares. 

Não deixe espaço para dúvidas:

É importante que as informações sobre os ingredientes e a preparação dos pratos estejam claras e acessíveis para todos os clientes. Seu prato contém ingredientes de origem animal? Há presença de glúten? E Lactose? Às vezes, a solução é mais fácil do que parece. Simples etiquetas informativas são úteis e resolutivas!

Totens com reserva de cardápio

A reserva de cardápio é uma ótima opção para as empresas que precisam se organizar com antecedência para criar os pratos. 

Algumas empresas de refeição coletiva possuem os chamados “pratos especiais”, que muitas vezes são marcados com um dia de antecedência para serem produzidos e ofertados no dia seguinte. 

Uma alternativa valiosa é deixar opções de cardápios com alimentação restritiva para serem reservados. E, olha que bacana: a Solvis oferece uma solução de reserva nos nossos totens e também via QR Code que permite agendar e reservar esses pratos especiais!

Treinar colaboradores

Outra medida importante é treinar os funcionários para lidar com as demandas dos clientes com restrições alimentares e promover a empatia e o respeito pelas escolhas e necessidades de cada um. É fundamental que os profissionais estejam preparados para oferecer sugestões de pratos e ingredientes alternativos, sem julgar ou desencorajar os clientes.

Datas de conscientização

Conscientizar seu público valoriza sua marca! Existem diversas datas que são comemoradas ao longo do ano e que envolvem restrições alimentares. Essas datas são importantes oportunidades para conscientizar a sociedade sobre os benefícios de uma alimentação mais saudável e sustentável, além de incentivar o respeito e a inclusão de pessoas com diferentes restrições alimentares. Conheça algumas datas importantes para colocar na agenda:

Dia Mundial Sem Carne

O Dia Mundial Sem Carne, por exemplo, é comemorado no dia 20 de março, e tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre os impactos ambientais e os benefícios à saúde de se reduzir ou eliminar o consumo de carne. A campanha, presente em mais de 40 países, incluindo os Estados Unidos e o Reino Unido (liderada pelo ex-Beatle Paul McCartney) e apoiada por diversos líderes internacionais, foi lançada no Brasil em outubro de 2009 e atualmente conta com o suporte do governo, personalidades e empresas.

Segunda sem carne

Um levantamento realizado pelo The Good Food Institute Brasil (GFI Brasil) apontou que 47% dos brasileiros pretendem reduzir o consumo de carne em 2023. Portanto, pode ser um grande investimento criar opções variadas de alimentação sem carne para alinhar seu negócio a mais essa tendência.

O movimento Segunda sem carne já está em mais de 40 países, mas o Brasil é onde ganhou mais força. Pensando na redução gradual ao invés de uma mudança radical, a proposta é que os participantes separem um dia da semana para evitar o consumo de produtos animais.

Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Celíaca

Comemorado no dia 16 de maio, o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Celíaca tem o objetivo de alertar a sociedade sobre essa dolorosa doença autoimune que afeta boa parte da sociedade ao ingerir alimentos que contém glúten.

Ao fazer alimentos para esse público, é importante ressaltar que deve-se tomar as devidas medidas de higienização do local, pois há a possibilidade da contaminação cruzada por meio direto ou indiretamente com contaminantes físicos, químicos ou biológicos de um alimento, utensílio e manipuladores para alimentos que serão consumidos.

Dia Mundial da Alimentação

Data criada para promover 4 pilares, dentre eles a melhor nutrição, melhor produção, melhor ambiente e melhor qualidade de vida. O Dia Mundial da Alimentação é comemorado no dia 16 de outubro.

Dia da Terra

Comemorado em 22 de abril, é uma data destinada a repensar o impacto das nossas ações no meio ambiente e celebrar a luta pela preservação do nosso planeta. Pensar em atitudes sustentáveis como o uso de alimentos orgânicos, redução do desperdício e alternativas eco-frienfdly tem tudo a ver com esta data!

Achou interessante? Que tal neste dia promover um dos pilares com uma alimentação rica em nutrientes para os seus clientes?

_________

Com estas comemorações, há uma oportunidade para as empresas e os restaurantes promoverem opções de refeições alimentares diversas, ajudando a alargar o acesso e a disponibilidade desses alimentos. Dessa forma, podem contribuir para a promoção de hábitos alimentares mais saudáveis ​​e sustentáveis ​​em todo o mundo.

_______

E aí, gostou dessas dicas? Já conhecia algum desses dados? Acompanhe o nosso blog para saber mais sobre as soluções que a Solvis oferece para o ramo de refeição coletiva ou clique aqui para marcar uma conversa com um de nossos especialistas em monitoramento de experiência do cliente.

Artigos Recentes

  • All Posts
  • Cases
  • CSAT
  • Dicas
  • Empreendedorismo
  • Eventos
  • Milestones Solvis
  • Net Promoter Score
  • Novidades
  • QR code
  • Sucesso do cliente
  • Totem de pesquisa
    •   Back
    • Autor Convidado
    •   Back
    • CES
    •   Back
    • Customer Experience
    • Employer Net Promoter Score
    • Customer Centricity
    • Pesquisa de Satisfação
    • CES
    •   Back
    • Pesquisa de Satisfação
    • CES

Entre em contato com a Solvis

Acesso Rápido

Blog

Sou Cliente

Política de Privacidade

Contatos

Comercial

Suporte

Pesquisa

plugins premium WordPress